AMOR ACIMA DE TUDO
poltrona_vivere.jpg

ACONSELHAMENTO 

[COACHING] [RELAÇÕES NO TRABALHO] [ESCOLHAS PROFISSIONAIS] [RELAÇÕES ASSERTIVAS] [SATISFAÇÃO PESSOAL ]

Voltar Home    Voltar Saiba +  Voltar Informativo

ACONSELHAMENTO ou ORIENTAÇÃO PSICOLÓGICA

Proposta de trabalho breve e pontual, destinada a todas as pessoas que, por circunstâncias diversas, estão mais fragilizadas emocionalmente e mais inseguras para lidarem e conduzirem sozinhas a situação problema vivenciada e que estejam em busca algum tipo de ajuda ou tratamento, porém, nem sempre, com esclarecimentos suficientes.

Ou seja, é um "ponto de partida" entre o profissional e aquele que solicita ajuda, onde você tem a possibilidade de apresentar os seus anseios, questionamentos, problemas, assim como, seus objetivos e/ou suas expectativas.
mulheres_flores_6.jpg



No decorrer do trabalho de orientação psicológica, algumas conclusões poderão ser formuladas em conjunto com o profissional responsável, particularmente, no que se refere ao direcionamento para um tipo de tratamento ou, até mesmo, na elaboração de ações mais adequadas e a pessoa se dar por satisfeita no momento.


O ACONSELHAMENTO tem com proposta de trabalho a realização de 04 encontros, com duração de aproximadamente 1h15 e com datas previamente agendadas com os profissionais responsáveis.

O primeiro encontro visa estabelecer um contato e uma apresentação inicial entre você e o profissional. Neste momento, a pessoa tem a possibilidade de apresentar os seus anseios, questionamentos, problemas, assim como, seus objetivos e/ou suas expectativas.

No decorrer do trabalho de orientação psicológica, algumas conclusões poderão ser formuladas em conjunto com o profissional responsável, particularmente, no que se refere ao direcionamento para um tipo de tratamento ou, até mesmo, na elaboração de ações mais adequadas e a pessoa se dar por satisfeita no momento.

          

O ACONSELHAMENTO é uma proposta de trabalho breve e pontual, destinada a todas as pessoas que, por circunstâncias diversas, estão mais fragilizadas emocionalmente e mais inseguras para lidarem e conduzirem sozinhas a situação problema vivenciada e que estejam em busca algum tipo de ajuda ou tratamento, porém, nem sempre, com esclarecimentos suficientes.

Ou seja, é um "ponto de partida" entre o profissional e aquele que solicita ajuda, onde você tem a possibilidade de apresentar os seus anseios, questionamentos, problemas, assim como, seus objetivos e/ou suas expectativas.

Posteriormente, algumas conclusões poderão ser formuladas em conjunto com o profissional responsável, particularmente, no que se refere ao tratamento mais recomendável.


ACONSELHAMENTO NAS RELAÇÕES NO TRABALHO, NAS ESCOLHAS PROFISSIONAIS E A SATISFAÇÃO PESSOAL

No trabalho, mais do que na vida pessoal, é imprescindível saber lidar com as diferenças, pois é no trabalho que passamos a maior parte do tempo. Com isso, aprender estratégias comportamentais e saber lidar com as situações incontroláveis, com as diferenças e complementariedades de cada um e até mesmo, com a ansiedade que isso tudo pode gerar, é um dos caminhos que levam ao sucesso e satisfação pessoal.

Lembre-se que sempre é necessário desenvolver novos comportamentos para que haja sucesso na vida. Autoconhecimento gera autocontrole. E aceitar as diferenças pode te gerar reconhecimento, atenção e eficiência de seus funcionários ou colegas de trabalho.
O ACONSELHAMENTO PSICOLÓGICO é um trabalho individual que envolve os aspectos emocionais, intelectuais, funcionais e evolutivos por meio de intervenções psicológicas e práticas.

O trabalho psicológico se fundamenta na proposição de que o funcionamento dos indivíduos é afetado pela inter-relação entre cognição, emoção e pensamento.

O trabalho psicológico se fundamenta na proposição de que o funcionamento dos indivíduos é afetado pela inter-relação entre cognição, emoção e pensamento.

A atividade cognitiva influencia o comportamento e ela pode ser modificada e alterada por meio do acompanhamento psicológico que tem como objetivo identificar e corrigir padrões de pensamento disfuncionais que influenciam negativamente no trabalho .


Saiba +: Interaja com
psico-wiki@psicologo.com.br

ACONSELHAMENTO E SABER SE RELACIONAR É UM EXERCICIO INTENSO E DIÁRIO

Saber se relacionar e se controlar não tem apenas uma função de julgamento do seu desempenho, mas também do relacionamento relativo ao quadro social. No momento em que seu autocontrole está violado, as criticas se tornam maiores, a distância de algumas pessoas queridas e brigas entre elas são motivos para o individuo se deprimir.

Neste momento, é importante o individuo perceber a necessidade de mudanças. E que o primeiro passo é adquirir autocontrole.


O autocontrole é um padrão de comportamento que é adquirido ao longo da vida, contudo o acompanhamento, o aconselhamento e o apoio por meio da aceitação e do amor permite expor-se a novas experiências, modificando as consequências do comportamento .

                   

        

Controlar as palavras e as atitudes está muito além do que apenas planeja-las, mas também experimenta-las. Acima de tudo ter, autocontrole é identificar seus comportamentos, conseguir observa-los e perceber o efeito sobre os outros.


Muitos comportamentos que aparecem na relação, como falta de comunicação e os valores que cada pessoa tem, devem ser analisados, pois estes comportamentos ou a falta deles podem gerar uma serie de desconfortos e ansiedades que levam ao sentimento da ausência do Amor.

Saiba +: Interaja com
psico-wiki@psicologo.com.br


imagesamorexpresso_8.jpg
ACONSELHAMENTO E AS RELAÇÕES CONSIGO MESMO

Trabalha-se diretamente as questões associadas aos conflitos internos da pessoa, que invariavelmente geram incômodos no seu cotidiano e em seus respectivos relacionamentos.

O ACONSELHAMENTO auxilia na busca das origens das frustrações e dos incômodos, entendendo-os e discutindo-os, com o objetivo de tornar a vida da pessoa mais fácil e confortável.


É vital o engajamento da pessoa e o vínculo criado com o psicólogo, relação essa baseada na empatia e confiança que sente por este.

Saiba +: Interaja com psico-wiki@psicologo.com.br
abstrata1.jpg

ACONSELHAMENTO DE CASAL E AS RELAÇÕES ASSERTIVAS COM O OUTRO

Trabalha-se a busca de uma melhor qualidade de vida para os membros do casal e, consequentemente, na dinâmica conjugal do casal. A abertura ao diálogo contribui com a resolução de desencontros e abre espaço para uma comunicação mais reflexiva e assertiva, compreendendo a expectativa de cada um e o que fazer para alinhá-las.

A relação amorosa é uma relação recíproca onde cada pessoa tem sua parcela de responsabilidade diante de seus comportamentos e também das consequências que ele provoca, principalmente por afetar o outro.

O ACONSELHAMENTO auxiliará na busca de maior assertividade não apenas ao apredenr e estar disponível para ouvir o que seu parceiro tem a dizer, mas também poder opinar e expor suas ideias e seus sentimentos diante das situações aversivas.

O ACONSELHAMENTO tem um papel facilitador ampliando o diálogo e a visão de mundo de ambos, que muitas vezes, por encontrarem-se sob efeito de fortes emoções, perdem o controle e não conseguem tomar uma decisão e modificar antigos padrões que não trazem mais benefícios para a relação.


ASSERTIVIDADE

Neste mundo tão incerto que nos cerca minuto a minuto, somos convidados a tomar decisões que , de repente, torna-se tarefa difícil, pois existem infinitas variáveis que confundem nossos pensamentos e nos colocam em situação de dúvida, dando a sensação que não temos saída.


A assertividade
é um dos assuntos mais abordados dentro da relação a dois, que é justamente a capacidade de expressar seus sentimentos e pensamentos sem denegrir o outro.

Muitas vezes, ser assertivo torna-se um empecilho uma vez que somos norteados pelas nossas emoções e por elas somos controlados. Sempre haverá emoções envolvidas dentro de uma discussão, mesmo tratando-se do sentimento de amor, que aliás, é um poderoso estado emocional.


Para que ocorram mudanças no comportamento do individuo, tornar refém desses estados emocionais pode levar à muito sofrimento. No entanto, sair desse estado de controlado e se tornar controlador de alguns de seus sentimentos, vai exigir um trabalho mais analítico, que sozinho, nem sempre é possível.

Saiba +: Interaja com                           
psico-wiki@psicologo.com.br